segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

A Primeira Vez Que Vi Noel




Viera da roça, fugindo da seca e da precisão. Chegara à véspera do Natal e no dia seguinte crianças brincavam na rua exibindo seus presentes: bolas de futebol, carros, bonecas, bicicletas. Ele observava todo o movimento de sua janela. Um garoto o viu e se aproximou:

– Oi! Sou Mário. Pegue seu presente e venha brincar conosco!

Ele desviou o olhar para o chão. Envergonhado, procurou a mãe.

– Mãe, quem é esse Papai Noel que deu brinquedo a todos os meninos da rua e a mim não?

 
A mãe não soube responder. De onde vieram, papai noel se chamava cesta básica e carro-pipa.

3 comentários:

Sandra M Salgado disse...

O videoclipe está muito verdadeiro e, embora mostre uma realidade triste, não me impede de dizer que está lindo. Adoramos eu e Eliezer Setton e o incluímos no blog eliezersetton.blogspot.com

Tom do Junco disse...

Com tanto luxo, o Natal deixou de ser uma celebração cristã pra se tornar confraternização dos ratos. Há até quem enfeite a casa esperando ganhar algum prêmio como melhor decoração. Em vez do espírito natalino, reina o espírito de porco.

Edna Lopes disse...

Mas, porém, contudo, todavia , entretanto "(...)Cada um é nosso irmão E o Natal, se verdadeiro,
há de ter o ano inteiro Paz na Terra aos bons de coração."ELIEZER SETTON.É isso que espero e desejo para todos e todas.Curta bem seu natal, viu? beijosss...