sábado, 13 de novembro de 2010

Dois pesos, duas medidas - O caso Tiririca - Edna Lopes

Plus nocet vestrum antidotum quam venenum.* S.Agostinho

               Começo a perder a paciência com essa questão do deputado federal eleito, Francisco Everardo Oliveira Silva (PR-SP), o Tiririca. Deputado sim, porque quem votou nele sabe exatamente qual a consequência de um voto: no mínimo, eleger um candidato.

             Não sou eleitora dele, não seria. Mas penso seriamente que o linchamento ao “palhaço” tem mais de um propósito... Mais de dois?

Parece a Santa Inquisição... Só falta a fogueira, porque a insensatez é a mesma... "Cospem" a palavra PALHAÇO como se fosse a coisa mais abjeta, pior que CORRUPTO, LADRÃO, ASSASSINO... E que eu saiba ele não é nada disso.

            Sabem exatamente qual é sentido e significado da palavra PALHAÇO... Por que a utilizam para depreciar, desqualificar?

            Por aí a fora se elegeu velhas raposas felpudas, “corruptos históricos”, ladrões de merenda escolar, se elegeu quem arma o braço de alguém para matar, quem explora a boa fé da população, quem compra voto, se elegeu especialistas em fraudar concorrências, se elegeu sonegadores, sanguessugas, guabirus, lavadores de dinheiro, quem prevaricou, quem extorquiu e o único a ser punido é o que é ANALFABETO FUNCIONAL?
         Quantos estão questionando se eles devem ser DIPLOMADOS ou não?

         Quer me dizer que garantir mandato de bandido com formação universitária, colarinho engomado, sobrenome quatrocentão e/ou de novo rico POOOODE?

        Quer me convencer que ANALFABETO POLÍTICO é só quem assumiu o “voto cacareco”?

       Quer me fazer entender que quem vota em candidato comprovadamente bandido é ELEITOR CONSCIENTE? 

       Demonstrem indignação também por toda essa corja eleita...E façam-me o favor de não achar que do lado de cá só há quem pense “entre aspas”...analfabetos funcionais de crítica e reflexão.

        Ou querem me convencer que esse espetáculo todo é FAZER JUSTIÇA?


* Mais mal faz vosso antídoto que o veneno.



2 comentários:

Elton Sipião O Anjo das Letras. disse...

Eu também não fui eleitor deste senhor, mas se ele foi eleito comprovadamente pela democracia das urnas, para o bem e a preservação desta mesma democracia se deve respeitar o resultado da eleição ganha por ele. Chamam-no de palhaço, mas os verdadeiros "palhaços" são aqueles que desejam inventar mil e um artifícios políticos e demagogos para impedir com que ele se aposse de sua cátedra de deputado,e tens razão Edna quando dizes que ele é deputado, e o é porque foi eleito pelo povo de fato. A grande verdade é que o povão que votou nele em forma de protesto contra os maus políticos ao elegê-lo deu um tiro no próprio pé,acho que lugar de protesto não é nas urnas onde vc vai colocar uma pessoa por um tempo considerável em um posto político onde ele vai ajudar a decidir com outros iguais em termos de cargo político, o destino da nação,o nosso destino,por outro lado os políticos raposões estão fulos com essa espécie de protesto feito contra eles,sem contar que se a moda pega os artistas e as celebridades poderão ocupar o espaço que sempre foi deles,essas raposas velhas e tradicionais de nossa política. O deputado Tirica está sendo alvo do inconformismo de quem não aceita ter o seu espaço cativo ameaçado por uma novidade. Beijos sempre poéticos para ti, minha doce madrinha na literatura.

Edna Lopes disse...

Meu caro, obrigada por compreender o que aqui tentei dizer.Obrigada pela atenção.bjsss