quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Olha o Poetrix aí gente!

Tenho uma amiga paulista que ama o Poetrix e se diz a rainha dessa embromação que querem transformar em gênero literário, mas, no meu entender, não passa de coisa de quem tem preguiça de botar os neurônios pra funcionar. 

Para quem não sabe, o poetrix é uma invenção de um baiano, cuja intenção era fazer o milenar haicai, um exercício asceta, cuja funcionalidade é unir o homem à natureza, ou algo  assim, mas não conseguiu e então deu o nome de Poetrix. Para se fazer um haicai é preciso corpo e mente em união com a natureza; já para se fazer um poetrix, basta arranjar um título e colocar três ou mais palavras, uma em cima da outra, que tá perfeito.

  Abaixo, seguem uns exemplos como a primeira aula de poetrix. Não haverá a segunda, porque uma aula só é bastante e se depois daqui você não conseguir fazer um poetrix, desista. 

Mas, desde já deixo o aviso: não tentem fazer isso em casa porque é muito perigoso.

POETRIXANDO

Ufa, painho!
Arme a rede!
Agora vou poetrixar

SAUDADES DE CAYMMI I

Poetrix
A rima imperfeita
Da perfeita preguiça.

SAUDADES DE CAYMMI II

Poetrixar
Amar o ócio
Dos neurônios.

A POESIA BAIANA

Poetrixar
Deitado.
Sentado cansa.

A ESSÊNCIA POÉTICA DO POETRIX

Poetrix
O remix do nada 
Com coisa nenhuma.

MEU AMIGO ZÉ DO MATO

Zé do pantanal
E a onça do mato
Comeu o poetrix do Zé.

PESCAR PALAVRAS

Poetrixar
É melhor do que pescar
De bomba num aquário!


 NO CEARÁ TEM DISSO NÃO

Tu hai kaí, Ciço!
Num caio não! Ops! Pá!
Num te dixe, cão!

SAUDADE JUNINA

Licor de pitanga,
Jenipapo, tangerina:
Ressaca tropical.

DOR DE CORNO

O primeiro livro
A primeira namorada,
Nunca esquecemos.

DEPRAVAÇÃO

Sentai no meu colo
Todas as bichas do mundo:
Favor, façam fila!

VALENTE DE ARAQUE

Cutucar com vara
O cu da onça pintada
Não dá em nada.


3 comentários:

Toninhobira disse...

Muito interessante esta postagem com esta critica ao Poetrix,faz sentido,kkkk.
Meu abraço Tom.
Nem vou tentar,rsrs.

Tom do Junco (Ronaldo Torres) disse...

Pois é, meu amigo, e ainda querem chamar essa coisa de gênero literário.

Nice disse...

kkkkkkkkkkkkkk matou a pau queridôncio!!!!